sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Entre copas e espadas.



Em meio ao jogo, confiante de que venceria, puxei a carta pela qual eu achava que bateria. Um belo ás de copas. Que infelizmente não me serviria, mas que em meio as tuas cartas de espadas, perfeitamente se encaixaria.

6 opiniões compartilhadas:

Fred Caju disse...

O segredo é ser coringa. Gostei muito!

Anônimo disse...

Beleza

Luana Natália disse...

Amei. Bem criativo :)

Marcelo R. Rezende disse...

tem gente que busca a batida perfeita e a gente procurando o encaixe ;)

Alquimista de Sonhos disse...

Amo textos poéticos.
Faz isso bem, moça :)

Anônimo disse...

Depende, amor.

Postar um comentário

Pode deixar sua opinião, ela me deixará muito feliz! ☺