terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O amor é inexplicável.

(Escrevi esse texto escutando uma música que eu não consigo tirar da minha cabeça a tempos: I don't wanna miss a thing do Aerosmith. Me viciei nessa música e ela é realmente muito linda.)



Hoje te vi novamente. Te vi novamente em meus sonhos. Meus sonhos de te ter aqui bem ao meu lado. De poder te abraçar, te beijar, sentir o seu coração bater mais forte que o meu em uma velocidade assustadora. Em um dos meus sonhos eu quase me desprendi de você, mas aí sua mão se estendeu mais querendo do que sem querer e senti aquele impulso no mais fundo de mim para agarrá-lo de uma vez e algemá-lo a minha. Mas naquele momento eu te deixei ali, de mão estendida e guardei para mim somente as milhões de interpretações que passavam em minha mente naquele momento. Você pode não saber mas todos os dias eu penso em ti. Você também pode não saber mas eu quase sempre te ligo, eu quase sempre te conto meus desejos, eu quase sempre falo que te amo, eu quase sempre peço um beijo teu. O problema maior que é eu quase sempre faço tudo que meu coração manda. O quase me sufoca e não me deixa agir. Eu também já tentei esquecer todo esse amor que não me faz bem e quase consegui. Mas quando eu escuto uma música romântica eu lembro de você, quando vejo pessoas se amando eu lembro de você, quando leio poesias lembro de você. E eu tento acreditar que você me ama mais não consigo encontrar provas suas que demonstrem o seu amor por mim. Se ao menos você aparecesse como um pontinho de luz no fim do túnel, se ao menos você me dissesse que isso é apenas uma questão de tempo, quem sabe assim o quase me largasse de uma vez. Mas se não gostar de mim não se preocupe, tudo na vida passa e não será isso uma exceção. Só não sei se vou encontrar na vida outra pessoa que ao menos tenha características semelhante as tuas. Que tenha o seu sorriso para irradiar o meu dia.

''Meu amor está cansado,surrado, ele quer me deixar para renascer depois, lindo e puro, em outro canto, mas eu não quero outro canto, eu quero insistir no nosso canto. Eu me agarro à beiradinha do meu amor, eu imploro pra que ele fique, ainda que doa mais do que cabe em mim, eu imploro pra que pelo menos esse amor que eu sinto por você não se deixe, pelo menos ele, ainda que insuportável, não desista.''

9 opiniões compartilhadas:

Mensagem Efêmera disse...

Oiiiiiiiiiin que fofo Gleice! AMEI *-*
nhac, sua linda. (Ou seria Gisele? kkkkk <3)

Kamilla Rodrigues disse...

sempre lindo o q tu escreve. beijos =*

Mariana de O. C. disse...

nossa, maravilhoso! :O é bem complicado isso....
feliz 2011 e obrigada por todos os elogios e por ter me incentivado a escrever, gata! :D

Marie Raya disse...

Que doce tuas palavras. Adoro textos que falam sobre sorrisos também, sou apaixonada por sorrisos e sei como eles são marcantes. Beijão :*

R;* disse...

O pior mal é esse, de que tudo visto faz lembrar aquela pessoa! Quando me dizem que tudo passa e isso vai passar também, tenho medo de que ele seja a exceção da regra!
beeijo ;*

Marcelo R. Rezende disse...

Gente, que coisa fofa.
Um dos melhores que eu já li.
Gata, que maturidade, coisa linda de se ver *-*

Beijo.

Karin Pontes disse...

texto lindo. parabéns. sou do blog "hey baby" http://karinpontes.blogspot.com/
feliz ano novo, tudo de bom. continue escrevendo! beijao.

Gean Carlos disse...

muito lindo lindo *-*

Autora disse...

Parabéns, lindo! Adorei :)
Feliz 2011!
Tudo de bom sempre...
Beijo
narradorapersonagem.blogspot.com

Postar um comentário

Pode deixar sua opinião, ela me deixará muito feliz! ☺